Fluidr
about   tools   help   Y   Q   a         b   n   l
User / SINDO MOSTEIRO / Sets / Portugal
Sindo Mosteiro / 15 items

N 7 B 256 C 3 E Jun 1, 1992 F Dec 29, 2016
  • DESCRIPTION
  • COMMENT
  • MAP
  • O
  • L
  • M

Fotografía tomada coa vella Zenit-122 en xuño de 1992.

Se o vento que ven de abaixo
viñera do vendaval
trouxérame unha noticia
da raia de Portugal.

Cantiga popular galega.

MÚSICA: Marco Rodrigues - Rosinha Dos Limões
youtu.be/8jtb3BDmDJ4

N 19 B 450 C 4 E Jun 1, 1992 F May 23, 2016
  • DESCRIPTION
  • COMMENT
  • MAP
  • O
  • L
  • M

Fotografía tomada coa vella Zenit-122 en xuño de 1992

Lisboa

Alguém diz com lentidão:
“Lisboa, sabes…”
Eu sei. É uma rapariga
descalça e leve,
um vento súbito e claro
nos cabelos,
algumas rugas finas
a espreitar-lhe os olhos,
a solidão aberta
nos lábios e nos dedos,
descendo degraus
e degraus e degraus até ao rio.Eu sei. E tu, sabias?

Eugénio de Andrade, in Até Amanhã, 1956

MÚSICA: Lezíria do Fado - "Lisboa menina e moça"
youtu.be/1K-2rruohiE

N 6 B 486 C 6 E Dec 21, 1989 F Apr 11, 2014
  • DESCRIPTION
  • COMMENT
  • MAP
  • O
  • L
  • M

Fotografía tomada coa vella Zenith-122 en decembro de 1989.

Lisboa

Lisboa com suas casas
De várias cores,
Lisboa com suas casas
De várias cores,
Lisboa com suas casas
De várias cores...
À força de diferente, isto é monótono.
Como à força de sentir, fico só a pensar.

Se, de noite, deitado mas desperto,
Na lucidez inútil de não poder dormir,
Quero imaginar qualquer coisa
E surge sempre outra (porque há sono,
E, porque há sono, um bocado de sonho),
Quero alongar a vista com que imagino
Por grandes palmares fantásticos,
Mas não vejo mais,
Contra uma espécie de lado de dentro de pálpebras,
Que Lisboa com suas casas
De várias cores.

Sorrio, porque, aqui, deitado, é outra coisa.
A força de monótono, é diferente.
E, à força de ser eu, durmo e esqueço que existo.

Fica só, sem mim, que esqueci porque durmo,
Lisboa com suas casas
De várias cores.

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa

MÚSICA:
Fortuna - António Zambujo (ao vivo no Toca e Foge)
youtu.be/CbIB8eO6rHk

N 11 B 460 C 4 E Dec 21, 1989 F May 24, 2016
  • DESCRIPTION
  • COMMENT
  • MAP
  • O
  • L
  • M

Fotografía tomada coa vella Zenit-122 en decembro de 1989.

Lisboa

Cidade branca
semeada
de pedras

Cidade azul
semeada
de céu

Cidade negra
como um beco

Cidade desabitada
como um armazém

Cidade lilás
semeada
de jacarandás
Cidade dourada

semeada
de igrejas

Cidade prateada
semeada
de Tejo

Cidade que se degrada
cidade que acaba.

Adília Lopes, in Poemas Novos, 2006

MÚSICA: TONY DE MATOS - LISBOA À NOITE
youtu.be/jD5VbqWa5fw

N 16 B 506 C 11 E Jun 1, 1992 F Sep 23, 2016
  • DESCRIPTION
  • COMMENT
  • MAP
  • O
  • L
  • M

Fotografía tomada coa vella Zenit-122 en xuño de 1992

Serrana de Sintra

Pregunta que ffez Alvaro Afomso, cantor do senhor Inffante, a hũu escollar:

Luis Vaasquez, depois que parti
d' esa çidade tam boa, Lisboa,
achey tall emcontro que, digo per mim,
que som ja desfecto e jaço à toa:
acerca de Sintra, ò pee d' esta sserra,
vy hũa sserana que braadava guerra:
«Vós treedes comigo: deçê-vus a terra,
pois allá tangem e qua ora soa!»

Pero de sa vista eu fos' espantado
quall me ella par' çeo tam resanhuda,


Álvaro Afonso, Chantre do Infante D. Pedro, s. XV

MÚSICA: Carminho - Bom Dia, Amor (carta de Maria José)
youtu.be/3SuPUtTvua4

Tags:   Sintra


33.3%